(16)99995-1824

NO AR

Tarde Total

www.regionalfm985.com.br

Cidade

Aeroportos de Barretos e Franca começam a ter voos comerciais com aviões de pequeno porte

Publicada em 01/10/19 as 10:53h por Por G1 Ribeirão Preto e Franca - 8 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Aeroporto Municipal "Chafei Amsei", de Barretos, SP — Foto: )

O Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp) anunciou nesta segunda-feira (30) que os aeroportos de Franca (SP) e de Barretos (SP) passarão a realizar os primeiros voos comerciais com destino a Congonhas, em São Paulo, a partir do final de outubro.

Os voos inicialmente serão operados em aeronaves de pequeno porte da empresa TwoFlex, para até nove passageiros, e estão sendo comercializados desde segunda-feira (30) em parceria com a Gol Linhas Aéreas, para viagens a partir do dia 28.

A operação faz parte de um plano de ampliação da malha aeroviária no estado. Os dois aeroportos estão entre os 21 pertencentes ao estado que devem ter modelo de gestão alterado para privatização, concessão ou parceria público-privada (PPP).

Os estudos devem ser finalizados em novembro e todo o processo de desestatização deve ser concluído até o primeiro trimestre de 2020, segundo o Daesp.

O Aeroporto Municipal "Chafei Amsei", em Barretos, há seis anos chegou a ter o controle transferido ao município, mas voltou a ter gestão estadual este ano. Para ter capacidade de receber aviões de portes maiores do que nessa fase inicial, o terminal vai receber obras que custarão R$ 5 milhões.

Estão previstos reparos na pista e no pátio de aeronaves, o que deve custar R$ 3,3 milhões, além de reforma do terminal de passageiros e revitalização do balizamento noturno.

Segundo o Daesp, o Aeroporto Estadual Tenente Lund Pressoto, em Franca, também está recebendo adequações para a operação de aeronaves maiores, entre as quais revitalizações dos sistemas de segurança, do terminal de passageiros e de sinalização do pátio e da pista.

Contrapartida

A operação de voos em Franca e Barretos faz parte do pacote de contrapartidas negociado pelo governo de São Paulo com empresas aéreas, que resultou na redução do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o combustível de aviação.

De acordo com o Programa “São Paulo para Todos”, anunciado em fevereiro, o governo paulista reduziu de 25% para 12% o ICMS sobre combustível de aviação. Em contrapartida, o setor aéreo deve criar 70 novos voos e 490 partidas semanais.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Enquete

Nenhum registro encontrado








.

LIGUE E PARTICIPE

Usuários Online: 874
Copyright (c) 2019 - Regional fm 98,5